quarta-feira, 21 de março de 2018

Janeiro e Fevereiro/18 - Compras e Acompanhamento de Carteira

Olá pessoal.

Depois de uma breve pausa no blog, estou de volta! Estava devendo os fechamentos de janeiro e fevereiro deste ano. Os aportes continuaram firmes e agora coloco o blog em dia.
Segue o jogo!!!

Vamos à descrição do que foi comprado em janeiro e fevereiro.


Compras de Janeiro e Fevereiro


Em janeiro fiz as seguintes compras:
  • WEGE3
  • MPLU3
  • FIIP11B
  • BRCR11
  • MXRF11
  • RNGO11
  • CDB Banco PAN 121% CDI
  • CDB BMG 6,65% + IPCA
  • Tesouro IPCA+ 2024 (NTNB Princ) Taxa: 4,63% + IPCA
  • Resgate de LCA PINE 100% CDI (venceu)

 Em fevereiro fiz as seguintes compras:
  • Subscrição de HGLG11
  • Aporte financeiro na conta da corretora (ficou líquido em fevereiro)

 

Carteira


Só houve novidades na carteira de renda fixa. A carteira de ações continua assim:


A carteira de FIIs é a seguinte:


A carteira de Tesouro Direito continua assim:


A carteira de Renda Fixa agora é esta:


Resultados


Meus resultados em 2018 estão assim:


A distribuição está assim:


Minha evolução patrimonial subiu 5,46% em janeiro e mais 1,07% em fevereiro. A evolução patrimonial está assim:


Conclusões


Minha carteira de ações se valorizou bastante em janeiro (7,11%) e ficou levemente negativa em fevereiro (-0,43%). Continuo comprando ações. Como os preços estão altos, o valor fixo que coloco em cada ação gera um menor número de ações compradas. Mas o que interessa é que estou aumentando o bolo. Acredito que ficaremos um bom tempo com taxa de juros baixas, o que deve tornar ações e FIIs mais atraentes.

Minha carteira de FIIs se valorizou bem em janeiro (4,91%) e teve boa valorização em fevereiro (1,91%). Sigo aumentando minha participação em FIIs, gerando maior fluxo de renda passiva.

A carteira de Tesouro Direto rendeu muito em janeiro (2,96%) e pouco em fevereiro (0,38%). Sigo mirando em 2024. Continuo enrolando para me livrar do Tesouro IPCA+2019, devo estar apegado a ele, sei lá.

A carteira de fixa rende cada vez menos, mostrando todo o esplendor da queda de juros e redução do CDI. No entanto, a queda da inflação faz com que estes números sejam mais satisfatórios.

Minha carteira rendeu 4,16% em janeiro e 0,21% em fevereiro. Valor excelente para janeiro e aquém do eu gostaria para fevereiro. Vamos seguindo no azul, em direção à meta. 

E por falar em meta, eu defini uma meta bem agressiva para este ano, como pode ser vista no gráfico de evolução. Só meu aporte mensal habitual não é suficiente para que eu a alcance, então espero contar com um bom 2018.

Vamos em frente e que 2018 seja especial para todos nós!!!

5 comentários:

  1. Olá, observei que fez muitas compras em janeiro. Você divulga os valores? abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Invisível.

      Fiz muitas compras em janeiro. Acabou que com fim de ano e começo do outro juntei um dinheirinho e o usei para investimento. Agora em março teremos várias compras novamente, já que em fevereiro não usei o aporte que fiz na corretora.

      Não divulgo valores. Além de expor minha privacidade, não acho necessário para que eu possa compartilhar minhas estratégias e andamento da carteira. Talvez um dia divulgue (mas acho bem difícil, rs).

      Abraço!

      Excluir
  2. Acho a Multiplus uma excelente empresa, mas nas últimas semanas...

    Em todo o caso, vejo nas quedas uma oportunidade, e uma empresa com DY de mais de 10% e um P/L menor que 8 não é de se jogar fora, sobretudo quando ela não possui dívida e tem lucros que devem crescer, no mínimo, conforme a inflação.

    ResponderExcluir
  3. Se você está procurando apartamentos de alto padrão na praia, conheça a Riviera de São Lourenço. Acesse: www.pratesimoveisriviera.com.br

    ResponderExcluir
  4. Conheça a Riviera de São Lourenço, um ótimo lugar para investir em Imóveis.

    ResponderExcluir